Eu acredito em destino e você?

Atualizado: Out 5

Estava escrito nas estrelas...

Sim, eu acredito em destino!

Acredito que de alguma forma nossos caminhos são pré-definidos antes de nascermos.

E assim sigo minha vida de maneira leve porque sei que certas coisas não poderiam ser diferentes. Aceito o fato na frase: “o destino quis assim”. E, nesse caso, ainda bem que assim ele o quis!

Não, não estou me referindo às crenças ou destinos.

Estou me referindo a essa linda e antiga foto dos meus irmãos.


Ao olhar para essa foto sou arremessada ao passado e, em frações de segundos, várias imagens vívidas vão pipocando em minha mente, reconstruindo de forma brilhante toda a nossa história de vida juntos.

E que história, não é verdade?


Então, você sabia que existe o Dia dos Irmãos?


Confesso que nunca tinha ouvido falar, mas adorei descobrir que hoje é esse dia!

E, sempre deixando aflorar um olhar para dentro de mim, de forma que possa colocar minha alma nas palavras, sem medo de expor o meu lado sentimental e emotivo, trago a ajuda de um grande cantor e te convido a fazer uma reflexão sobre a música Podes Crer do Cidade Negra.

Você já ouviu? Já prestou atenção na letra?

Se sim ou não, vem comigo. Vale a pena!

Pare um minuto, clique no link, ouça a música, pense em seu irmão/sua irmã e sinta a magia!

Relembre sua infância, as risadas, as brigas, as confidências, as disputas. Pense no sorriso, nas brincadeiras, nos socorros e sinta a magia, a magia que se chama amizade!

O que é, meu irmão Eu sei o que te agrada E o que te dói, e o que te dói

É preciso estar tranquilo Pra se olhar dentro do espelho Refletir, o que é, o que é?

Seja você quem for

Eu te conheço muito bem

E isso faz bem pra mim Isso faz bem pra vida

Onde quer que vá Eu vou estar também Eu vou me lembrar Daquela canção que diz

Parapapapa Parapapapa Parapapapa Parapapapa

Bendito Encontro Na vida Amigo

É tão forte quanto o vento quando sopra Tronco forte que não quebra, não entorta Podes crer, podes crer Eu tô falando de amizade

É tão forte quanto o vento quando sopra Tronco forte que não quebra, não entorta Podes crer, podes crer Eu tô falando de amizade


Sentiu?

A música é fascinante e abrange o “irmão de verdade”, seja ele de sangue, de alma ou de escolha.

Minha singela homenagem a todos os irmãos/irmãs, pois sem vocês a vida teria sido muito mais difícil e minha eterna gratidão aos meus, por sempre estarem ao meu lado!


Mas, voltando a homenagem,

por que 5 de setembro é celebrado o dia dos irmãos?


Acionando minha curiosidade investigativa (rs), encontrei alguns relatos que informam que o dia surgiu por iniciativa da Igreja Católica, que homenageia o aniversário de morte da missionária Madre Teresa de Calcutá, desde 2007 - data que completou 10 anos do seu falecimento.

Analisando a conjuntura religiosa, entende-se que o sentido da palavra "irmão" está ligada ao "próximo". Logo, a celebração desse dia é para incentivar que as pessoas repensem suas atitudes perante os outros, sendo mais amigas, solidárias e gentis.

Já no contexto histórico, segundo a Wikipédia, temos:


“O Dia dos Irmãos é uma data comemorativa em que se homenageia, agradece e festeja os irmãos. Tem vocação universal, sendo uma festa semelhante ao Dia do Pai, ao Dia da Mãe ou ao Dia dos Avós. Procura assinalar o espírito destacado na deliberação instituidora: «o que vivemos entre irmãos é único, irrepetível, molda a nossa vida para sempre.»


Então, me fazendo valer do contexto histórico, concordo plenamente com a última afirmação!


“O que vivemos entre irmãos é único, irrepetível,

molda a nossa vida para sempre.”


Meus irmãos, vivemos, envelhecemos, aprendemos e conseguimos nos manter unidos, próximos e amigos.


A família cresceu, casamos, tivemos filhos e os caminhos, por si só, poderiam nos levar a uma separação normal, eis que o destino atuou novamente.


E dos sonhos infantis de jogador de futebol, modelo, comissária de bordo e professora, nos desafiamos no mundo dos negócios e juntos construímos uma história de sucesso de uma corretora de seguros com mais de 30 anos!


Não poderia ser diferente, não é verdade?


Ter relação de irmão é ter uma troca diária e intensa que levamos para vida toda e que é o alicerce, a base da construção de nossa identidade.


São com os irmãos que partilhamos toda descoberta, curiosidade, aprendizado e quedas da infância. São eles os nossos primeiros contatos para socialização.


Em uma grande família como a nossa, com quatro irmãos, o mais novo pôde inspirar o mais velho e o mais velho pôde aprender com o mais novo. Os gêmeos que brigavam o tempo todo, eram atraídos quase que automaticamente quando o outro estava em perigo e a vida seguia seu rumo elencando, elegendo e concedendo momentos únicos em nossa história e que hoje são guardadas com muito carinho em minhas memórias.


Acreditem!


Sem vocês a vida não seria igual.

Sem vocês o crescimento não teria sido

uma divertida aventura!


Aos meus irmãos minha eterna gratidão e meu amor!


Nesse dia desconhecido, mas especial, te convido a parar um minuto e ligar para seu irmão ou irmã só para dizer o quanto ele é importante na sua vida!


Feliz Dia do Irmão a todos os irmãos e irmãs!


Até a próxima!!! Se cuidem!!!

Felicidades!

Mírcia Ramos

Texto revisado por Ana Elisa Carvalho de Aguiar – Professora de Língua Portuguesa

Produção Virtual: Hannah Sloboda






199 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo