Uma confissão!

Dia do Cego 2021

E lá vai ela, com um andar sereno e elegante, “apalpando” o chão com sua bengala, no afã de ser avisada sobre possíveis “perigos”, como se seus olhos fossem.

G. e eu frequentamos o mesmo estúdio de ginástica. Diariamente, ao chegar na aula, G. já andou quilômetros na esteira e já está finalizando sua série. Todos os dias, com uma assiduidade invejável, G. está lá, cuidando da sua saúde e distribuindo sorrisos e simpatia.


Que exemplo de perseverança e luta!

Mas, essa semana aconteceu algo que chamou minha atenção e, confesso que sinto vergonha, como profissional que atua no Mercado de Saúde Suplementar, como ser humano e como cidadã.

Como eu não sabia disso?

Uma informação tão simples e relevante que divido com vocês, afinal conhecer o básico da necessidade do outro para uma convivência harmoniosa e protetora em sociedade é o mínimo que podemos esperar de nós mesmos, não é verdade?

Você sabia o porquê existem cores nas bengalas dos deficientes audiovisuais?

Se não, assim como eu, vale a pena doar segundos do seu dia para conhecer uma informação tão relevante e que pode auxiliar o próximo. Vem comigo!



A sinalização é importante para orientar e informar a sociedade que existem diferentes graus de deficiência visual e, portanto, diferentes formas de agir, de se comunicar e de executar tarefas.

Vamos aproveitar o dia 13 de dezembro, Dia do Cego e vamos divulgar a informação! Compartilhem!

  • Bengala branca: é utilizada por pessoas que apresentam ausência total da visão (cegas), ou seja, significa dizer que elas não conseguem identificar obstáculos, movimentos ou luz. A cegueira pode ser congênita (desde o nascimento) ou adquirida.

  • Bengala verde: é usada para informar que aquela pessoa possui baixa visão ou visão subnormal, ou seja, têm sua função visual comprometida, mas conseguem utilizá-la para a execução de tarefas. Existem graus diferentes da deficiência (leve, moderado e profundo). Alguns podem identificar a luz, enxergar vultos e, em certos casos, reconhecer pessoas e objetos ou formas.

  • Bengala vermelha e branca: é utilizada por pessoas com surdo-cegueira, uma deficiência que compromete, em diferentes graus, os sentidos da visão e audição. A comunicação é mais difícil e requer a utilização de sistemas, como o método “Tadoma”, também conhecido como “Braille Tátil”.


Estudos demonstram que a deficiência visual, representa, para muitos, uma grande limitação.

Vejam que a visão, ainda mais atualmente, é um dos mais importantes sentidos para a comunicação com o ambiente. Cerca de 80% das informações que recebemos são obtidas por seu intermédio.


O que é tão banal para pessoas que enxergam como atravessar uma rua quando o sinal estiver vermelho, pode ser um enorme desafio para um portador de deficiência visual, mas agora que você já aprendeu como identificar, através das cores das bengalas, o grau de deficiência e a melhor forma de se comunicar poderá ajudar!

E, para todos que possuem essa dádiva de enxergar, cuidem dos seus olhos!!!

Eles merecem atenção especial, que inclui visitas regulares ao oftalmologista para medição da acuidade visual e detecção precoce de quaisquer outras alterações que requeiram tratamento médico como forma de prevenir.


Até a próxima!!! Se cuidem!!!

Felicidades!

Mírcia Ramos

Texto revisado por Ana Elisa Carvalho de Aguiar – Professora de Língua Portuguesa

Produção Virtual: Hannah Sloboda





24 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Gratidão